¨... e em ti serão benditas todas as famílias da terra.¨ Gênesis 12.3b

 

O mês de Maio é especial porque voltamos nossos olhares para a família. Como nunca, nós temos urgência em falar e aprender a respeito da família. Estamos cientes de que a família tradicional está sob vários ataques e já sofremos no presente e tememos ainda mais pelo futuro.

 

Quem acompanha noticiários, redes sociais e conversa com pessoas de variadas correntes de pensamento, fica perplexo e atônito com tantas informações e fatos assustadores. Infelizmente, convivemos com certa tranquilidade em relação ao divórcio que não nos assusta tanto quanto antes. Convivemos com o falso discurso de que existem mais de dois gêneros e não apenas mais homem e mulher somente. Estamos cercados por várias alternativas de relacionamento entre homens e mulheres que prometem preservar uma pretensa liberdade pessoal, mas que resulta em mais irresponsabilidade e solidão. Quanto mais escolarizados e socialmente resolvidos, menores são as taxas de natalidade entre os casais, havendo muitos que já fazem opção por não serem pais. Já não se acredita na família como fonte provedora e que faz prosperar os indivíduos, os casamentos são cada vez mais tardios, isto quando simplesmente não acontecem ou quando terminam depois de pouco tempo. Aqueles que têm filhos convivem com o desafio de criá-los com saúde física e emocional, lutando contra professores e escolas doutrinadoras, contra a influência das drogas, da pornografia, da dependência digital, da sensualização e da sexualização cada vez mais precoces, num mundo cada vez mais inseguro e violento.

Versículos para hoje

"Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu viver."

salmo 146:2