Aqueles que possuem filhos pequenos talvez já tenham ouvido a frase "papai bobinho". Pertence à Peppa, a porquinha de um desenho animado destinado ao público infantil. Já assisti com minhas filhas (faz sucesso entre os pequenos). Peppa, a personagem principal, vive chamando seu pai de "papai bobinho".

Em meio a poucas polemicas sobre a forma como Peppa trata o próprio pai, alguns suavizam o fato, defendendo que se trata apenas de um componente cultural britânico, pois no Reino Unido é comum dizer aos amigos e até aos pais “Silly you!” sem que isso seja entendido como um desrespeito.

Em um dos poucos episódios que vi, os personagens passaram o desenho inteiro procurando os óculos do Papai Pig. Quando encontraram, ele mesmo estava sentado em cima deles. Em outro, Peppa faz graça com o barrigão do papai mesmo o pai dizendo que não gosta que falem de sua barriga, mas a brincadeira continua, com a mamãe também dando risada. Ao contrário dos defensores, a mim pareceu desrespeitoso. Os produtores não criaram um "papai bobinho", mas um “papai bobão”.

Versículos para hoje

"Porque somos dominados pelo amor que Cristo tem por nós, pois reconhecemos que um homem, Jesus Cristo, morreu por todos, o que quer dizer que todos tomam parte na sua morte.Ele morreu por todos para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas vivam para aquele que morreu e foi ressuscitado para a salvação deles."

2Co 5:14,15